"UMA MENTE EXPANDIDA PELO CONHECIMENTO JAMAIS RETORNA AO SEU TAMANHO ORIGINAL"

"UMA MENTE EXPANDIDA PELO CONHECIMENTO JAMAIS RETORNA AO SEU TAMANHO ORIGINAL"

sexta-feira, 13 de abril de 2012

DEUS DA GUERRA

Para quem já jogou, sabe o quão viciante é GOD OF WAR do PlayStation - Sony, um jogo eletrizante, que é considerado o melhor já produzido para o Play 2, os gráficos, a história, os personagens, tudo é muito bem feito.



O jogo é baseado na riquíssima mitologia grega, a qual deriva boa parte de nosso léxico, seus deuses e titãs, suas histórias, interferem mesmo hoje em nosso cotidiano.


Para não misturar a mitologia com o jogo, o que estiver entre parênteses é sobre mitologia de fato.
Kratos (um semi-deus, filho de Zeus (Deus dos deuses) com uma mortal,  sendo Kratos em grego antigo significado de poder e força, mas sendo ele um personagem secundário e sem muita expressão na mitologia oficial.)

O início já é chocante, suicida-se e o tempo volta em duas semanas...

No primeiro jogo ele Kratos, o protagonista, é um general espartano, que numa batalha contra bárbaros esta prestes a morrer e evoca Ares ( Deus da Guerra, Marte pros romanos, dada a sua cor vermelha igual a do Deus), Ares mata os inimigos, e a partir de então Kratos vira seu servo, e começa a matar os inimigos de Ares.

Num templo de Atenas (Deusa da Justiça, Minerva para os romanos, dai vem o voto de Minerva) Kratos entra e mata a todos, ai percebe que ali estavam sua esposa e filha, propositalmente arquitetado por Ares para o torna um soldado perfeito, o templo é incendiado e as cinzas de sua família incrustam em sua pele, tornando sua aparência pálida, para todos saberem que ele matou a família, surge assim o fantasma de Esparta.



Kratos jura vingança, nesse momento todos os outros deuses o ajudam, (Ares, por disseminar o ódio e a guerra é inimigo de todos os outros deuses), Kratos parte em busca da caixa de Pandora (na qual Zeus  teria aprisionado todos os males da humanidade, e quando foi aberta esses escaparam, ficando somente no seu interior a esperança), esta caixa encontra-se nas costas de Cronos(Deus do Tempo, que após a titanomaquia, como perdedor é condenado a vagar pelo deserto das almas perdidas e carregar a caixa na costas), após lograr em abrir a caixa Kratos mata Ares, más não tem suas memórias apagadas, fato que o leva a cometer suicídio atirando-se do monte mais alto de toda Grécia, os Deuses intervêm e o conduzem ao trono, ele torna-se o Deus da Guerra.


No segundo jogo, vemos que toda a ajuda dos outros deuses, principalmente Zeus, não passou de um plano para evitar que a profecia se cumprisse (o filho destronaria o pai e assumiria o poder, Urano foi destronado por Cronos, que foi destronado por Zeus, após a grande guerra, Deuses versus Titãs.) Numa só tacada Zeus consegue eliminar Ares , seu filho, e ele mesmo mata Kratos, também  filho, porém  bastardo.
reparem que estão na ordem, Urano(bisavô) - Saturno/Cronos(vô) - Júpiter/Zeus(pai) - Marte/Ares(filho)


Kratos então recebe a ajuda dos titãs, Géia (mãe terra, lembremos-nos da pan-géia, antes da divisão dos continentes), Atlas( que após ser derrotado foi condenado a carregar o mundo nas costas, seus descendentes fundaram a cidade lendária de Atlantida, fato que nomeou até o Oceano Atlântico, oceano também é nome de um titã), Cronos, entre outros titãs.
Átlas
reparem no 4min27 -  uma energia azul envolve os titãs, a mesma energia aparece no final.

Ele sai em busca das (Moiras, irmãs do destino, Clotho, Láquesis e Átropos, que controlam o tempo e detêm um poder maior até que o do próprio Zeus.)

Na cruzada por vingança contra Zeus, agora enfrenta todo os seres mitológicos, (Centauro, Cérberos, medusas, Ogros, Pans, Minotauros) entre muitos outros.
Cérberus

Combates épicos são travados contra outros semideuses, (Perseu que matou a medusa e Teseu que matou o Minotauro), kratos derrota ambos, arranca as asas de Ícaro (no sonho de Ícaro,  seu pai Dédalos, que construiu o labirinto , a mando do rei  Minos, onde se encontrava o Minotauro, após a construção foi confinado em uma torre, e criou asas de cera para seu filho que foge, más Ícaro tinha o sonho de chegar  próximo do Sol e as asas derreteram).

Quando chega às irmãs,  destrói todas, mas ao enfrentar Zeus, acaba matando Atenas por engano, Zeus foge para o Olimpo para se reorganizar, Kratos então detentor das teias do destino, volta a época da titanomaquia, e resgata todos os Titãs, juntos marcham para nova batalha contra os Deuses.


ESTÃO COM ZEUS NO OLIMPO, POSEIDON, HERMES, HADES E HÉLIOS.
No terceiro jogo, os embates continuam, Kratos luta e vence tanto os semideuses como Hérules, quanto os Deuses como Poseidon (Netuno para os romanos, Deus dos Mares, irmão de Zeus), Hades ( Plutão para os romanos, Deus do submundo, ou dos mortos, irmão de Zeus), só que é abandonado a própria sorte por Géia,  que o deixa para morrer.
Kratos vs Hércules
Kratos vs Hades

Entretanto ele não morre e direciona sua vingança contra todos.

 Destruindo tanto Titãs, quanto Deuses, mata Zeus, concluindo assim sua vingança, retornando o mundo ao início, ou seja, ao Caos, suicida-se por não poder viver mais com a imagem de sua família ter sido morta por ele mesmo,  nessa destruição toda, exemplifica o porquê da humanidade não crer mais nos Deuses, Kratos eliminou a todos.
reparem que ele morre sobre a imagem da Fênix, será que ele realmente morreu?
viajem ao som da trilha sonora ....







Da mitologia vem diversas palavras de nosso léxico:

 Panteão grego

Principais Radicais e Prefixos gregos, quem dominá-los será bom em gramática e compreenderá melhor nosso idioma tão complexo:
Radicais gregos:
·        acro (alto, elevado = acrobata, acrópole, acrofobia);
·        aer, aero (ar = aeronave, aeronauta);
·        agogo (o que conduz = pedagogo, demagogo);
·        agro (campo = agronomia, agrônomo);
·        alg, algia (dor, sofrimento = analgésico, nevralgia);
·        andro (homem, macho = andrógino, androfobia);
·        anemo (vento = anemógrafo, anemômetro);
·        antropo (ser humano = antropocentrismo, antropofagia);
·        arcai, arqueo (antigo, velho = arcaísmo, arqueologia);
·        aristo (ótimo, o melhor = aristocracia, aristocrata);
·        aritmo (número = aritmética, aritmologia);
·        arquia (governo = monarquia, anarquia);
·        asteno, astenia (fraqueza, debilidade = astenopia, neurastenia);
·        astro (corpo celeste = astronomia, astrodinâmica);
·        atmo (gás, vapor = atmosfera, atmômetro);
·        baro (pressão, peso = barômetro, barítono );
·        bata (o que anda = acrobata, nefelibata );
·        biblio (livro = biblioteca, bibliotecário);
·        bio (vida = biologia, biografia);
·        caco (feio, mau = cacofonia, cacoépia);
·        cali (belo = caligrafia, calidoscópio);
·        cardio (coração = cardíaco, cardiograma);
·        cefalo (cabeça = acefalia, cefaléia);
·        ciclo (círculo = ciclometria, bicicleta, triciclo);
·        cine, cinesi (movimento = cinética, cinesalgia);
·        cito (célula = citologia, citoplasma);
·        cosmo (mundo, universo = cosmovisão, macrocosmo);
·        cracia (poder, autoridade = gerontocracia, tecnocracia);
·        cromo (cor = cromogravura, cromógeno);
·        crono (tempo = cronômetro, cronograma);
·        datilo (dedo = datilografia, datiloscopia);
·        deca (dez = decâmetro, decalitro);
·        demo (povo = democracia, demográfico);
·        derma (pele = dermatologista, dermite);
·        di (dois = dissílabo, ditongo);
·        dinamo (força, potência = dinamite, dinamismo);
·        doxo (crença, opinião = ortodoxo, paradoxo);
·        dromo (corrida = autódromo, hipódromo);
·        eco (casa, domicílio, habitat = ecologia, ecônomo, ecossistema);
·        edro (base, face = poliedro, pentaedro);
·        ergo (trabalho = ergofobia, ergógrafo);
·        esperma, espermato (semente = espermatologia, espermatozóide);
·        etio, etimo (origem = etiologia, etimologia);
·        etno (raça, nação = etnia, etnocentrismo);
·        fago (que come ou aquele que come = antropófago, necrófago);
·        filo (amigo, amante = fílósofo, filantropo);
·        fisio (natureza física ou moral = fisiologia, fisionomia, fisioterapia);
·        fobo (aversão = claustrofobia, xenofobia);
·        fono (som, voz = fonógrafo, fonoteca);
·        fos, foto (luz = fosfeno, fotografia);
·        gamo (casamento = gamomania, monogamia);
·        gastro (estômago = gastronomia, gástrico);
·        gene (origem = gênese, genética);
·        geo (terra = geografia, geóide);
·        gine, gineco (mulher = andrógino, ginecocracia);
·        gono, gonio (ângulo = polígono, goniômetro);
·        grafia (escrita = ortografia, caligrafia);
·        helio (sol = heliocentrismo, heliografia);
·        hemo (sangue = hemorragia, hemograma);
·        hepato (fígado = hepatite, hepático);
·        hetero (outro, diferente = heterossexual, heterogêneo);
·        hidro (água = hidrografia, hidrófilo);
·        higro (umidade = higrômetro, higrófilo);
·        hipno (sono = hipnose, hipnotismo);
·        hipo (cavalo = hipódromo, hipopótamo);
·        homeo, homo (semelhante = homeopatia, homossexual);
·        icon, icono (imagem = iconoclasta, iconografia);
·        ictio (peixe = ictiofagia, ictiologia);
·        iso (igual = isóbaro, isósceles);
·        latria (culto = idolatria, alcoólatra);
·        lito (pedra = litografia, aerólito);
·        log, logia (estudo = ginecologia, astrologia);
·        macro (grande = macrocosmo, macrobiótica);
·        mancia (adivinhação = quiromancia, cartomancia);
·        mani, mania (loucura = manicômio, cleptomania);
·        mega, megalo (grande = megalomaníaco, megalocefalia);
·        meso (meio = Mesopotâmia, mesóclise);
·        metro (que mede, medição = barômetro, termômetro);
·        micro (pequeno = microcosmo, microfone);
·        miso (ódio, aversão = misantropia, misossofia);
·        mito (fábula = mitologia, mitomania);
·        mnemo (memória = amnésia, mnemônico);
·        mono (único, sozinho = monarquia, monobloco);
·        morfo (forma = zoomórfico, amorfo, morfologia);
·        necro (morte, cadáver = necrotério, necrofilia);
·        neo (novo, moderno = neologismo, neolatino);
·        neuro (nervo = neurite, neuralgia);
·        nomo (regra, lei = nomologia, agrônomo);
·        odonto (dente = odontologia, odontalgia);
·        oftalmo (olho = oftalmologista, oftalmia);
·        oligo (pouco = oligarquia, oligopólio);
·        onimo (nome = ortônimo, sinônimo);
·        onir, oniro (sonho = onírico, oniromancia);
·        ornito (ave = ornitologia, ornitofilia);
·        orto (reto, correto = ortônimo, ortografia);
·        oxi (agudo, ácido = oxítona, oxidação);
·        paleo (antigo = paleografia, paleontologia);
·        pato (doença, sofrimento = patologia, patogenia);
·        pedia (educação = ortopedia, pediatria);
·        pole, polis (cidade = metrópole, acrópole, Florianópolis);
·        poli (muito = poligamia, polígono, politeísmo);
·        potamo (rio = Mesopotâmia, hipopótamo);
·        pneumato (ar, gás, espírito = pneumatologia, pneumatólise);
·        pneum(o) (pulmão = pneumonia, pneumotórax);
·        proto (primeiro = protozoário, protótipo);
·        pseudo (falso = pseudônimo);
·        psico (alma, espírito = psicologia, psiquiatria);
·        quiro ( mão = quiromancia);
·        rino (nariz = rinite, rinoceronte);
·        rizo (raiz = rizotônico, rizófago);
·        scopio (o que faz ver = telescópio, microscopia);
·        sema, semio (sinal = semáforo, semiótica);
·        sidero (ferro, aço = siderurgia, siderografia);
·        sismo (terremoto = sísmico, sismógrafo);
·        sofo (sábio = filosofia, sofomaníaco);
·        soma, somo, somato (corpo, matéria = cromossomo, somatologia);
·        stico (linha, verso = dístico, hemistíquio);
·        tanato (morte = eutanásia, tanatofobia);
·        taqui (rápido = taquicardia, taquigrafia);
·        teca (coleção = fonoteca, filmoteca, discoteca);
·        tecno (arte, ofício = tecnologia, tecnocracia);
·        tele (ao longe, distância = telefone, telescópio, telégrafo);
·        teo (deus, divindade = teocentrismo, teocracia);
·        termo (calor, temperatura = termômetro, térmico, termostato);
·        topo (lugar, localidade = topografia, topônimo);
·        xeno (estranho = xenofobia, xenofilia);
·        xer, xero (seco, secura = xerófilo, xerografia);
·        xilo (madeira = xilogravura, xilófago);
·        zoo (animal = zoologia, zoomorfo).



Prefixos
Significados
Exemplos
acro-
Alto
Acrobata, acrópole
aero-
ar
aerodinâmica
agro-
Campo
Agrônomo, agricultura
antropo-
Homem
Antropofagia, filantropo
aristo-
Melhor
Aristocracia
arqueo-
Antigo
Arqueologia, arqueólogo
anthos-
Flor
Antologia, crisântemo, perianto
atmo-
Ar
Atmosfera
auto-
Mesmo, próprio
Auto-ajuda, autômato
baro-
Peso, pressão
Barômetro, barítono
biblio-
Livro
Bibliófilo, biblioteca
bio-
Vida
Biologia, anfíbio
caco-
Mau
Cacofonia, cacoete
cali-
Belo
Caligrafia, calígrafo
carpo-
Fruto
Pericarpo
céfalo-
Cabeça
Cefalópodos, cefaléia, acéfalo
cito-
Célula
Citoplasma, citologia
copro-
Fezes
Coprologia, coprofagia
cosmo-
Mundo
Microcosmo, cosmonauta
crono-
Tempo
Cronômetro, diacrônico
dico-
Em duas partes
Dicotomia, dicogamia
eno-
Vinho
Enologia, enólogo
entero-
Intestino
Enterite, disenteria
etno-
Povo
étnico, etnia, etnografia
filo-, filia-
Amigo, amizade
Filósofo, filantropia, filotelia
fono-
Som, voz
Fonética, disfonia
gastro-
Estômago
Gastrite, gastronomia
hemo-
Sangue
Hemorragia, hemodiálise
hidro-
Água
Hidravião, hidratação
higro-
Úmido
Higrófito, higrômetro
hipo-
Cavalo
Hipódromo, hipopótamo
homo-
Igual
Homônimo, homógrafo
idio-
Próprio
Idioma, idioblasto
macro-, megalo-
Grande, longo
Macronúcleo, megalópole
metra-
Mãe, útero
Endométrio, metrópole
meso-
Meio
Mesóclise, mesoderme
micro-
Pequeno
Micróbio, microscópio
mono-
Um
Monarquia, monarca
necro-
Morto
Necrópole, necrofilia, necrópsia
nefro-
Rim
Nefrite, nefrologia
odonto-
Dente
Odontalgia, periodontista, odontologia
oftalmo-
Olho
Oftalmologia, oftalmoscópio
onto-
Ser, indivíduo
Ontologia
orto-
Correto
Ortópteros, ortodoxo, Ortodontia
pneumo-
Pulmão
Pneumonia, dispnéia

2 comentários:

  1. Muito bom , a série 'God of war' é uma das melhores que já joguei , sua história é esplêndida.

    Foi graças a esse game que adquiri interesse em estudar a mitologia grega e consequentemente fui me interessando por toda a história da humanidade , viva os games ! , passando cultura , informação , conhecimento e ensinando Inglês melhor que muitas escolas !!

    ResponderExcluir